Últimas

Custos com saúde superam inflação no país

Os valores gastos com saúde pública e privada no país registram aumento acima da inflação ano a ano, e a tendência é de que a escalada dos custos continue nas próximas décadas.
Os planos de saúde, por exemplo, já tiveram autorização da Agência Nacional de Saúde Suplementar, a ANS, para reajustarem suas mensalidades em 10%, em 2019, seis por cento a mais da expectativa do índice de inflação, que deve fechar 2018 em cerca de quatro por cento. Um dos motivos que encarece os gastos com saúde privada é o modelo de gestão dos planos, com adoção de procedimentos médicos exagerados e de pedidos abusivos de exames, como explica o gerente Executivo de Saúde e Segurança da Indústria, do SESI, Emmanuel Lacerda.
“Utilizar o plano de saúde, financiar esse sistema não, necessariamente, está representando saúde. O sistema de saúde suplementar no Brasil, ele é um sistema pautado no pagamento por volume, por utilização. Quanto mais se utiliza, mais se paga, mais aumenta as mensalidades e essa conta é dividida por todos.”
Os planos de saúde coletivos, aqueles contratados e oferecidos por empresas aos trabalhadores, abrangem mais de 80% dos consumidores de saúde suplementar no país, de acordo com dados levantados pela Confederação Nacional da Indústria, CNI.
O diretor da Associação Nacional de Medicina do Trabalho, Gualter Maia, acredita que o investimento na prevenção de doenças é fundamental para diminuir os custos das empresas e dos trabalhadores com os planos de saúde.
Ele lembra que, os empregados devem ficar atentos aos maus hábitos, como tabagismo, sedentarismo, alimentação imprópria, e as empresas precisam incentivar seus funcionários com práticas saudáveis e de precaução para doenças.
“Isso tudo vai contribuir para que você possa promover a saúde desse trabalhador e, ao mesmo tempo, reduzir os custos relacionados aos custos médicos. Como o plano depende do uso das doenças que vão surgir, quanto menor o nível de doenças na população desses empregados, menor vão ser os custos também.”
Dados da Organização para a Cooperação de Desenvolvimento Econômico, levantados pela CNI, apontam que nos próximos 22 anos, ou seja, em 2040, a expectativa é de que os custos com saúde, pública e privada, aumentem para mais de 11 por cento do PIB brasileiro, ao ano.
ARB Mais
De janeiro a maio, o Ministério da Saúde já contabiliza aumento de quase seis e meio por cento, apenas com despesas de saúde pública, de acordo com números divulgados pelo Tesouro Nacional.
Reportagem, Cristiano Carlos

Custos com saúde superam inflação no país Custos com saúde superam inflação no país Reviewed by Dam Web Rádio on 8/23/2018 Rating: 5